Maria Radiante

Precisa-se de restaurante…

2 comentários

… para o dia dos namorados… Porque nesse dia tão superhipermegarrifixe é bom que o restaurante seja superhipermegarrifixe também… A tasquita onde costumamos ir o resto do ano todo não serve nesse dia, porque o que é mesmo preciso é que nesse dia todo mundo vá ser fofinho e meiguinho e amorozinho num restaurante cheio de coisas lamechas e fofinhas e amorozinhas também. Não me interpretem mal, eu amo coisas lamechas, só acho é que o dia dos namorados não serve para nenhum propósito útil, quer dizer… serve para se trocar prendas, mas para mim só conta como prendas se for algo que me interesse, porque isso dos peluches e dos corações não me servem para nada…

E sim, até tenho par e tudo, mas com o passar dos anos decidi que não tenho de ter vergonha de não gostar de alguma coisa e o dia dos namorados irrita-me mesmo profundamente porque o acho falso. Compreendo e sei, claro, que isso não acontece com toda a gente, mas porque o dia 14 de fevereiro? Está um frio que não se pode, é só gente melosa nos restaurantes e quando não é nos restaurantes, passo nos fóruns e vejo gente a querer preparar o dia dos namorados em casa e a primeira sugestão é sempre “cozinha o jantar preferido do teu namorado/marido” e a mim só me apetece perguntar: mas o raio do dia dos namorados é só para os homens é? Porque não cozinhar antes a minha comida favorita? E porque têm de ser as mulheres a cozinhar e a preparar o dia? Será porque os homens não querem saber minimamente disso? Ups… toquei no ponto fraco e já me estou a preparar para os comentários da praxe “Ai que isso é tudo mentira e o meu namorado adora o dia dos namorados!”. Sim, pois… experimentem fazer o mesmo, mas amanhã e vão ver exatamente a mesma alegria… tal como se fosse dia dos namorados.

Cá em casa, no ano passado o dia dos namorados foi no dia 9 de fevereiro, mas como este ano só foi natal esta semana, é muito provável que só seja dia dos namorados lá para abril… o problema é que isso vai atrasar o aniversário do marido também e se calhar ele não vai achar muita piada… lá para julho já estará tudo acertado que isso é que é o ideal… porque será? Ihihih.

Anúncios

2 thoughts on “Precisa-se de restaurante…

  1. O que eu me ri com o texto 😀
    Conheci o teu blog através de um fórum e ainda por lá ando, por isso, acho que sei ao que te referes e concordo contigo 😀

    Acho que o dia serve para o consumismo e, excepto raras excepções, para mais nada. Eu e o meu marido nunca fizemos questão de sair nesse dia, de comprar algo, etc… até porque nesse dia mesmo a tasca do costume arranja um “menu especial” que eleva os preços a uma fasquia que não há carteira que aguente xD

    Há outras datas que para nós são importantes de celebrar (e nem temos muito o hábito de trocar prendas “por obrigação”), como por exemplo, o nosso aniversário de casamento mas o dia de S. Valentim nunca nos inspirou muito amor (nem nenhuma vontade incontrolável de nos ir-mos enfiar num restaurante hiper-lotado ao lado de inúmeros casais naquele clima de “amor forçado”) 😀

    Gostar

    • é mesmo isso! é o amor forçado a toda a hora e que soa mal por ser contra-natura. claro que todos temos datas especiais, mas eu não acho é que esse dia seja assim tão especial… só isso.

      Gostar

Sejam radiantes! Façam um comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s