Maria Radiante

Best of #4

Deixe um comentário

Plataformas vibratórias versão STCP

Hoje fiz aquilo que anunciam na televisão sobre as plataformas vibratórias durante cerca de trinta minutos e o único pagamento que fiz foi o do bilhete do autocarro, admirem-se, não tive de me endividar para poder ter a minha própria plataforma em casa a completar a decoração.

Passo a explicar, pois a ideia é, de facto, muito simples: tudo o que têm de fazer é apanhar a linha que passa nas Arregadas (que nem eu sei muito bem como lá ir ter, ainda bem que o motorista sabia o caminho! É o que dá morar no fim do mundo!) e pronto, ficam habilitados a uma fabulosa sessão de plataforma vibratória.

A estrada é feita dos melhores materiais vindos da pedreira da zona (não sei se vem de lá, estou a inventar) em forma do bom do paralelo português, mas em versão muito mau. Em sítios estratégicos foram omitidos alguns paralelos para que a performance do exercício seja a melhor possível. Ora, eu ia sentada, porque se fosse em pé a imitar as posições que as meninas anunciam na t.v. então é que estava completamente tonificada e iria sentir o efeito de uma forma extraordinária. Lembrei-me de imediato que quando andava a aprender a surfar treinava o equilíbrio na Resende, não propriamente pelo estado natural da rua, mas pela velocidade atingida pelo veículo de vez em quando – sempre. Os transportes públicos deviam ser ainda mais caros, porque se pagamos para fazer aulas de surf e se pagamos para usar o Vibro Plate também deveríamos pagar mais nos transportes porque estamos a usufruir de vários serviços num só. Não acham? Não? Então porque? O quê? É melhor apagar o post para não correr o risco de o nosso Primeiro o ler e tirar ideias? Ele não vem cá, não se preocupem.

Dito isto, vou dar a minha opinião sobre o novo meio de nos exercitarmos todos os dias: é fabuloso e recomendo vivamente. Comprem já uma senha de autocarro e corram para a paragem das Arregadas! Mais, a certa altura, vão estar de tal maneira em modo vibratório que vão ouvir a senhora dizer que chegaram à Rua de Cristal e vão ter medo de a partir com tanta trepidação. É o ideal para quem pretende exercitar corpo e mente – sim que o cérebro quase que descola do sítio de tanto saltar lá dentro.

Autocarro via Arregadas: Testado e Aprovado, por Maria Radiante.

Anúncios

Sejam radiantes! Façam um comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s