Maria Radiante

Notas de 500 euros

2 comentários

“O que é que contas?” ; “Notas de 500€, muitas!” é o que respondo sempre, não é que a pergunta me irrite, mas apetece-me sempre contar notas de 500€ apesar de elas fugirem de mim. Na verdade, acho que só vi duas notas de 500€ ao vivo. O banco na net tem destas coisas e tanto quanto sei, da última vez que me informei, o limite de levantamento no multibanco é de 400€ diários, logo, notas de 500€ lá, não me parece que haja.

Ora hoje o que me trás cá, é o circo a que assisti da segunda vez que vi a tal da nota. Estava na mão de uma senhora que trabalhava numa bomba de gasolina no meio de nenhures, no Alentejo.

Eu já devia estar habituada a este tipo de circos, porque sempre que vou para a parte estrangeira de Portugal (e não, não estou a falar da base das Lajes) assisto a uns quantos. Regressava eu descansadinha, quando parámos numa bomba para fazer um descanso. Fui à bomba e estava lá um senhor armado aos cágados a dizer “Minha senhora, arranje-se, se o meu cartão não funciona, arranje troco para essa nota.”; “Mas o seu cartão não dá para usar nesta máquina, não poderia levantar? Eu não tenho troco…”; “Levantar dinheiro? Eu? Quem acha que sou? Nunca levantei dinheiro na minha vida, não vou começar agora! O meu cartão é dourado, tem de dar! Ou faça assim guarde o troco e eu venho cá logo buscar que isso nem me faz falta.”. É neste momento que eu reviro os olhos, pago o que devo, sem circo e viro costas. Peço desculpa, mas gente assim não me irrita, mete-me nojo. Custava-lhe muito ir levantar a porra dos 40€ que devia? Eu tinha vergonha de ir para onde fosse mostrar o quão fantabulástica que eu sou (e olhem que eu até sou mesmo fantabulástica) só para mostrar que existo. Esta gente, para mim, vale zero, ainda menos que a mosca que nos irrita.

Tenho dito.

Anúncios

2 thoughts on “Notas de 500 euros

  1. Isto, há com cada uma! Esse tipo de gente também me mete nojo, muito nojo, coitadinho, sabe-se lá como é a vida desse pobre de espirito em casa? Olha que conheci um casal que tinha um casarão e dois carrões e em casa o frigorifico e os armários estavam sempre vazios, e mais, eles eram seguradores, tinham dois escritórios, e mais tarde veio-se a saber que ficavam com dinheiro dos clientes, e foi um cliente que descobriu a falcatrua, porque precisou de assistência e quando ligou para pedir, eles disseram que ele não tinha seguro, e a sorte do homem foi ter passado um cheque e tinha a cópia para provar em como tinha pago tudo direitinho, aliás, depois dessa situação,muitas pessoas foram lá deitar os seguros abaixo e eles tiveram que fechar o escritório, tamanha foi a vergonha!!! E foi por isso, que agora quando vejo pessoas armadas em ricaças, fico sempre a pensar se serão mesmo ou andam a roubar pobres coitados! Ah! E nós tinhamos os seguros todos lá, euns meses antes, a própria Generalli, enviou-nos uma carta a dizer que não aceitavam mais nenhum pagamento feito a esses senhores e arranjaram-nos outro segurador perto, mas aí ainda não sabia da falcatrua, só soube mais à frente!
    Desculpa o testamento, mas todas as vezes que leio um post teu, vem-me àcabeçacertas situações!
    Beijinhos!

    Gostar

    • pois por isso mesmo é quem me vim embora mal deu, que é para nem ter nada a ver com essas pessoas!
      beijinhos e podes escrever os testamentos todos que quiseres, são sempre bem recebidos!

      Gostar

Sejam radiantes! Façam um comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s