Maria Radiante

Eu e o rock

4 comentários

…já em modo rescaldo e mais descansada.

A noite de concertos na cidade do rock foi fabulosa e quanto aos concertos, nem é preciso dizer nada. Foram fabulosos e adorei vê-los/revê-los a todos.

Agora, e como isto é, muitas vezes, um blog de escárnio e de maldizer, aqui a Maria tem algumas coisas a acrescentar…

Ponto número um: De camioneta, demorei mais de cinco horas a chegar do Porto a Lisboa!!! Bolas!!!

Ponto número dois: Demorei cerca de uma hora para entrar no recinto! As portas abriam tarde de mais, na minha opinião e não era possível escoar tanta gente ao mesmo tempo. As filas eram intermináveis!

Ponto número três: não fui revistada, não me olharam para dentro da mochila que abri para poupar trabalho, mas parecia que ao invés de poupar, lhes estava era a dar mais trabalho, porque quando apresentei a mochila a senhora afastou-a e disse “Passe rápido, siga!” e nem para lá olhou. Se levasse uma bomba era na boa, porque ninguém me revistou, nem ninguém se preocupou em saber o que é que eu levava na mochila…

Ponto número quatro: Eu só bebo água (ou sumos) nestas andanças, porque estou longe de casa, porque não sei quem vai calhar ao meu lado no concerto e porque confio em mim e nos meus, mas não confio em quem não conheço, certo? Certo, pois nem toda a gente pensa assim. Há quem fume droga o concerto todo e me mande comportar a mim (por estar num concerto e ter embarrado em sua excelência). A pessoa em questão, já devia ter juízo no alto dos seus trinta e tal anos. Isso sim é ridículo.

Ponto número cinco: A mesma pessoa referida no ponto quatro, não conhecia a banda que estava a ver, foi fazer companhia ao marido que também não conhecia a banda, mas alguém lhes deve ter dito que Linkin Park era giro… acreditam que a dita senhora passou o concerto todo a tapar os ouvidos? Eu não acho normal… e ainda acho menos normal que depois de passarem um concerto inteiro a fumar o que não deviam o senhor tenha colapsado e caído no meio do chão. Mais informo que fiz um bocadinho de bulying, confesso… quando a senhora decidiu armar os cotovelos para quem estava atrás se magoar, arrependeu-se (e mais não digo).

Ponto número seis: a certa altura pensei “Se acontece alguma coisa, como é que eu saio daqui?”. Pois, não saía…

Ponto número sete: Há gente muito idiota que não sabe que vai a um concerto, quando vai a um concerto. É perfeitamente normal haver gente a passar de um lado para o outro. Não é normal é uma parva qualquer insultar toda a gente (em especial os que pediam para passar educadamente) que passava. E discutir com as pessoas. E agir como se tivesse cinco anos de idade e decidisse fazer birra. Dizia ela que estava “Colada ao chão”, mas quando as pessoas tentavam seguir por outro lado, ela descolava-se e ia para esse outro lado… Não sei como não apanhou, mas só estive perto da aberração durante o primeiro concerto, por isso não posso garantir que tenha acabado a noite de boa saúde. Ninguém gosta de ter que se afastar para alguém passar, mas se alguém nos pede educadamente, não estou a ver qual é o problema em deixar passar. Nestas alturas, costumo lembrar-me dos versos da música “Closing time”, dos Semisonic: “Closing time. You don’t have to go home, but you can’t stay here” que é o mesmo que dizer “Ó amigo, passa lá, não podes é ficar à minha frente!”.

Ponto número oito: De camioneta, demorei três horas e meia com pausa de Lisboa ao Porto. Diz o marido que ia com tanto medo da condução do motorista que nem pregou olho o tempo todo! Eu não notei nada, estive sempre a dormir…

Anúncios

4 thoughts on “Eu e o rock

  1. Realmente, em grandes aglomerações de gente, a probabilidade de encontrar alguns idiotas, aumenta exponencialmente…

    Gostar

  2. Bem, que aventura Maria!
    Não te faltou peripécias, essa louca concerteza não chegou a casa inteira, é que nem toda a gente tem a tua paciência, onde quer que vamos, temos sempre que encontrar uma ovelha ranhosa!
    Parti-me a rir com a história do teu marido não pregar olho, com medo da condução, eu também sou assim, só confio em mim ao volante!!!
    Beijinhos!

    Gostar

Sejam radiantes! Façam um comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s