Maria Radiante

As idiotices que eu ouço

26 comentários

Hoje de manhã no carro ouvi um pseudo programa sobre pontapés na gramática que por norma me irrita, mas que hoje me irritou em triplo. Por norma há lá uma pseudo sábia da gramática portuguesa a falar sobre erros comuns, uma espécie de “em bom português”, mas em mau…

O caso de hoje era sobre se a palavra “subestimar” levaria “e” depois de “sub” ou não. Até aqui, tudo bem, nada de mais, o “e” é mudo e como tal poderia surgir a dúvida. Percebe-se. O problema é quando se começa a explicar coisas assumindo que quem nos ouve é burro. A coisa descambou quando a senhora decidiu dizer “o prefixo “sub”… o prefixo ou radical, é a mesma coisa dependendo da terminologia…”. Não vou explicar as diferenças, porque não estou para vos aborrecer com questões que em nada vão melhorar o vosso dia e porque o objetivo do post não é esse. O prefixo e o radical não são a mesma coisa em terminologia nenhuma, ainda que haja muito boa gente que os confunde (pelos vistos, esta sábia), mas o problema maior é a leviandade com que se assume que quem ouve é burro e como tal, a senhora nem se deu ao trabalho de confirmar se o que dizia estaria correto. É do género: “Dizemos aqui umas balelas quaisquer e as pessoas vão ficar admiradíssimas com a minha sapiência e pronto.” Acho miserável a maneira como esta pessoa (que certamente ganha balúrdios – públicos, porque a rádio em questão pertence ao povinho” para estes minutos de ilustre sabedoria) exibe as suas faltas.

Quando já estava completamente escandalizada e achava que mais nada me admiraria, pergunta a sua interlocutora “E “subalternar leva “a” depois de “sub”?”. Respondi-lhe do alto do assento do meu carro: “Não, idiota, escreve-se “sublternar”! Sem “a”!” A sério que ela perguntou isto? Como raio queria esta outra senhora ler a palavra “subalternar” sem “a”. Mas isto faz algum sentido? E pior! O programa é gravado previamente o que significa que a outra inteligente poderia ter evitado a humilhação pública da segunda pessoa, mas não o fez. Das duas, uma, ou não se apercebeu da idiotice da pergunta ou, é o mesmo que há pouco, assumiu que somos todos idiotas e quem nem íamos notar a parvoíce. Por favor!!! Haja santa paciência!!!

Anúncios

26 thoughts on “As idiotices que eu ouço

  1. ai cristo… e mudar de estação? não? desconfio que cmg era frequência que já tinha ido c’os porcos… para não dizer outro sítio… 😛

    Gostar

  2. E comprarem um dicionário, não? Porquê que não nos juntamos e fazemos uma vaquinha para comprar um, e enviamos para lá, o que achas?
    Ao menos assim, antes de começarem o programa vão conferir como se escreve!
    Beijinhos!

    PS: Morri de rir com o teu comentário no meu blog, sobre as castanhas “assadas” na panela, imagino como ficou!

    Gostar

  3. Eu nem vou comentar esta tamanha idiotice. Até me deu voltas ao estômago.

    Gostar

Sejam radiantes! Façam um comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s