Maria Radiante

Sobrancelhas à Perez

6 comentários

Sim, é verdade, apesar do estigma associado às novelas, apesar de saber que muita gente acha que novela é coisa de pobre e/ou desocupado e/ou pouco inteligente, isso a mim não me interessa nada, sempre gostei de novelas e, apesar de não seguir nenhuma neste momento, continuo a gostar. Das brasileiras e das mexicanas. As portuguesas ainda não me conseguiram prender. Devo dizer que nenhuma novela me fez ver o mundo de maneira diferente e, felizmente, sempre soube pensar pela minha cabeça sem ceder a preconceitos baratos. Recordo como se fosse hoje, o dia em que a minha professora de português do oitavo ano me disse: “Vês telenovelas? Que horror! Eu nunca deixaria um filho meu sofrer esse tipo de influência!!!”. Disse-o com desdém de mim e como se eu tivesse os piores pais do mundo que me deixavam ver coisas horrorosas. Até gostava dela e a achava uma pessoa inteligente, a partir desse momento descobri que ter preconceitos não combina com inteligência, de todo. Posto isto, devo referir que esta senhora foi a mesma que, com doze anos, me aconselhou a ler livros Uma aventura, sabendo que eu já lia o Amor de Perdição– é que era já a seguir que eu ia ler livros que eu detestava só porque a senhora os achava mais apropriados à minha idade; só porque tínhamos todos doze anos e o companheiro de carteira lia, não queria dizer que eu também tivesse de os ler!!! À luz do que sei hoje, pergunto-me se essa senhora seria professora de português ou se seria alguém que teve a sorte de arranjar um emprego no ensino nos anos da outra senhora.

Adiante. Gosto de novelas e sou capaz de perceber o que estes produtos fazem à cabeça de alguém que não saiba entender o que é entretenimento e que o confunda com a vida real. As telenovelas mexicanas são muito más e exageradas do início ao fim, gosto das atrizes – que são sempre giras e que se maquilham fabulosamente bem, ou são maquilhadas fabulosamente bem, que dá no mesmo – e gosto das voltas que a coisa dá: o filho do pai da avó da moça e no fim a miúda casa sempre com o príncipe – novela que é novela tem de ter casório!!! – e têm muitos filhinhos carecas. As brasileiras, para além das atrizes giras e bem maquilhadas também têm atores giros e bem maquilhados e os argumentos são um bocadinho melhores do que os da mexicanas…com casório na mesma, claro!

Isto leva-me a uma novela que eu seguia – que tenho quase a certeza que era a Morena Clara, uma mexicana – que tinha um ator que tinha umas sobrancelhas estranhíssimas e só me lembro que era uma personagem secundária, cómica, mas do lado dos vilões. Pelo menos a mim fazia-me rir imenso. Para quem não sabe o que são sobrancelhas à Perez, eu passo a explicar: Imaginem umas sobrancelhas com alguns pêlos que nunca param de crescer e ficam bem maiores do que os restante; agora, imaginem que estão todas penteadas para cima, em direção ao céu. São as sobrancelhas à Perez. De cada vez que vejo alguém na rua, lembro-me das piadas que fazia com a minha mãe durante o tempo da novela – sim, a minha mãe deixava-me ver as novelas, mas fazia-o comigo, por isso, nunca precisei de cometer loucuras para que os meus pais me dessem atenção, eles estavam lá -, e se estivermos juntas e virmos alguém com a dita pelagem, nem precisamos de dizer mais nada a não ser “Perez”.

E sim, repito, eu gosto de novelas e tenho pena de não seguir nenhuma há já muitos anos e não, nunca diria a um jovem de treze anitos o que me foi dito a mim. Não são as novelas que dão má formação às crianças, são as pessoas que as educam… e se não as educarem direito, nunca terão espírito crítico para pensarem sozinhas e isso, sim, é grave. Bolas, haja liberdade de expressão!

Anúncios

6 thoughts on “Sobrancelhas à Perez

  1. Olá! Concordo plenamente contigo! Não são as novelas que educam e sim os nossos pais! Essa senhora que fosse mandar para casa dela, coitado do filho!
    Também gosto muito de ver novelas brasileiras e de vez em quando pesquiso por novelas mexicanas! Lembro-me que quando era miúda davam novelas mexicanas na tvi à tarde! Neste momento adoro ver a brasileira “Morde e assopra” que passa na sic entre as 18:40 e as 20:00 horas ( assisto enquanto preparo o jantar!) e farto-me de rir! E antes dessa dava a “tititi” que também era super divertida!
    Beijinhos gordos!

    Gostar

  2. olha amiga eu tambem adoro novelas, sempre as vi e não dei em nenhum ser humano fora do comum acho eu!!!! por isso, não é por verem as novelas que os jovenzinhos fazem asneiras mas sim pela cabecita deles. só que é mais fácil culpar as novelas quando eles fazem asneiras.

    Gostar

    • quer dizer, não deste?, tem dias… 🙂 brincando, amiga!!! claro que é mais fácil culpar as novelas e já agora o big brother e os ídolos… houvesse era mais orientação parental e os putos saiam direitos. ainda no outro dia disse isto a uma rapariga de quinze anos, perguntei-lhe se ela sabia que roubar era algo errado e ela respondeu-me que obviamente que sabia que era errado, depois perguntei-lhe se precisava que a mãe estivesse ao lado a repetí-lo a toda a hora para o saber, respondeu que não. conclusão: quando bem orientados, os putos sabem os limites.

      Gostar

  3. vá…um bocadinho fora do comum…;).

    Gostar

Sejam radiantes! Façam um comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s