Maria Radiante

… e fez-se luz! Ou não…

10 comentários

Alguém por aí interessado em me explicar porque motivo as luzes por sensor são tão usadas nas casas de banho públicas, especialmente, nos restaurantes e cafés?

Lá que me digam que servem para poupar na luz até acredito plenamente, porque a luz está sempre apagada enquanto lá estivermos… ou será que há algum truque que eu desconheça?

Sempre que me apercebo de que a casa de banho a que vou acende a luz por sensor penso de imediato: “A sério???”. Chateia-me solenemente. Já sei que vou ter de lá ir às escuras, a menos que me apeteça esbracejar o tempo todo e nem assim. Ainda tentei esta proeza da primeira vez que vi a inovação, mas desisti imediatamente da ideia. É que ainda por cima eu acho que aquilo deve ter um temporizador regulável e eu pergunto-me “Quem no seu perfeito juízo acha que três segundos é suficiente?” ou melhor “Quem, no seu perfeito juízo coloca uma luz por sensor numa casa de banho? É suposto estarmos em movimento enquanto lá estamos? O que raio me está a escapar aqui?”

Estes encontros de terceiro grau para mim são perfeitamente dispensáveis e, sou sincera, a partir do momento em que passo pela experiência de entrar na casa de banho de um restaurante com este sistema, por muito bom que seja, o sítio desce logo na minha consideração!

É algo que me irrita profundamente, tira-me do sério! Mas mesmo muito!

Mais – desde já peço desculpa aos senhores que me seguem -, será que nesses sítios, quem escolheu as luzes foi um homem? É que só assim entendo a regra dos três segundos, mas as meninas têm toda uma logística associada que não permite que despachemos o assunto em três segundos. E como não estamos em pé como os senhores, o sensor de movimento não nos serve para nada, só atrapalha… e chateia… e irrita…

Ser mulher não é nada fácil e as luzes com sensores de movimento são um gigantesco obstáculo nas nossas vidas. Acho que vou criar um movimento anti luzes com sensores. Pode ser que alguém nos ouça 🙂

Anúncios

10 thoughts on “… e fez-se luz! Ou não…

  1. Sim tens razão, podiam ao menos fazer a experiencia do tempo minimamente necessário para as senhoras poderem fazer as suas necessidades sem a luz se apagar.
    Beijos.

    Gostar

  2. a luz demora sempre 1min. além disso nunca tive problemas em reactivar o sensor. que FAIL

    Gostar

  3. ó amiga, com te compreendo 😉 um dia destes conto-te uma aventura minha na casa de banho do modelo de águas santas… bj grande com saudades

    Gostar

  4. é de facto um obstáculo. é que estar na casinha a esbracejar não é muito agradável e pode correr mal ihiih

    Gostar

  5. Já para não falar daquelas em que as portas não trancam. Lá estamos nós de cu espetado para não nos sentar-mos na sanita, uma mão segura a porta e a outra tem de reactivar a luz…é cada figurinha…

    Gostar

Sejam radiantes! Façam um comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s