Maria Radiante

Sapatinhos é coisa que adoro desde sempre

8 comentários

Antes de mais, devo informar que estou arreliada. escrevi um post lindo e maravilhoso e só apareceram 25 palavras porque as outras não sei para onde foram e apaguei tudo e vou ter de começar de novo.

Posto isto, como o tema é sapatinhos, eu até nem me importo de repetir tudo. Aquilo de que me lembrar, pelo menos. Pode ser que este até fique melhor.

Ora andava eu a passear pela minha amiga www quando dei com os olhinhos nestas coisas lindas e maravilhosas que acho que são mesmo de se morrer.

Oram vejam lá se não são lindinhas:

Pois, eu também achei que sim. Ora quem conhece a Melissinhas, sabe que são de plástico – chamem-lhe os nomes chiques que quiserem, elas são de plástico -, e quem não conhece, basta que olhe para a fabulosa da imagem e reparar no material com que este sapatinho é feito. Bem, quem me conhece, sabe que sou apaixonada por sapatos, e quem não me conhece, basta ler este post e fica a conhecer. Mas eu não estou aqui para falar de Melissas, as ditas são apenas a minha inspiração para o que veio depois e que invadiu todo o meu cérebro de memórias de outros tempos. Ainda que eu não possa negar que conseguia ultrapassar as tão afamadas 20000 palavras neste tema, mas não o farei, um dia faço um blog só para falar de sapatos onde poderei só falar disso o tempo todo.

De imediato, me lembrei que isto dos sapatinhos já vem de há muito tempo e que a primeira prova da minha loucura por sapatos é uma fotografia onde eu devia ter uns dois anos e que estou com os sapatinhos de salto alto da minha avó. E o que eu amava o armário dos sapatos da minha avó, deixei de amar quando o médico a começou a aconselhar usar saltos rasos, não achei piada nenhuma. Mas ninguém me deixava andar na rua com sapatinhos de salto – o que eu gostava de ter sido uma pequena Suri, a filhota do Tom Cruise que anda sempre de saltos -, os adultos têm sempre a mania que sabem tudo e o que é melhor para as crianças, nada disso, o melhor era eu ter podido andar de saltos mesmo quando era miúda! Voltando ao assunto, como não me deixavam usar saltos, deixavam-me escolher os sapatinhos e eu amava querem saber o quê? Se não quiserem, paciência, vão descobrir na mesma, o google já me coloca nas sugestões, por isso, posso ser uma diva à vontade. Ora eu escolhia sempre as famosas sandálias Colibri. Que eram, precisamente, de plástico. Que magoavam imenso, que faziam bolhas, que escorregavam, que deixavam os pés todos sujos pela mistura de suor com a poeira do ar a entrar nos buraquitos das ditas, mas lindas. Em várias cores, todas elas neon e vibrantes aquilo é que era Verão todo o ano. Até no Inverno as calçaria se me deixassem – galochas é que não, bladck. Eram mesmo fabulosas, mesmo doendo todos os dias, mesmo ficando com os pés numa lástima. Eram lindas. Acho que tive mais do que um par – para o pai, eu dizia sempre que já eram do ano passado assim que ele entrava na porta, escusado será dizer que percebia logo que eram novas e que eu estava era mortinha por as mostrar – e se não me engano, tive umas roxas, mas isso já tenho de confirmar com a mamã da Radiante, esperem um pouquinho. Ó mamã da Maria, as colibris eram roxas?

Resta-me deixar uma das quase inexistentes fotografias que encontrei na www, as minhas eram mais giras, claro.

E agora vou guardar o post primeiro, antes de publicar, que se tiver de escrever tudo pela terceira vez, juro que mando os senhores da worpress irem dar uma grandiosíssima volta!

Anúncios

8 thoughts on “Sapatinhos é coisa que adoro desde sempre

  1. A mamã da maria radiante confirma que eram roxas aliás as pessoas até te chamavam a menina do lilás e roxo andavas sempre que parecias uma princesa belos tempos ja temho saudades da tua infância e da infância da tua irmã mas tambem estou feliz porque as minhas meninas se tornaram numas lindas mulheres em tudo que uma mãe deseja lindas maravilhosas, radiantes, humildes e honestas só poderiam ser as minhas princesas. amo-vos todos os dias beijinhos mamã.

    Gostar

  2. Gostei, escreve sempre, a vida é feita de pequenos nadas mas muito importantes para quem os viveu, e recordar é viver.

    Gostar

  3. acho que todos nos conhecemos a tua paixão por sapatos, sandálias, botas, tudo o que seja de calçar ehehe 😉 e que tens centenas de pares de sapatos…. mas tenho-te a dizer que tambem tive uma sandálias destas ihihih :), era moda na altura.
    há é um grande problema, que para ti até é bom… tens pé de santa e assim nao tens de emprestar calçado a ninguém…porque nao serve claro.

    Gostar

    • é verdade!!! tens toda a razão, eu digo isso um montão de vezes!!! o meu calçado de salto alto começou a servir à minha irmã quando ela tinha uns dez anos e nessa altura andava um pouquinho chateada, depois passou-me porque deixou de lhe servir, ihihih! e não são só pés de santa, tá? toda eu sou uma santa!!!

      Gostar

  4. prefiro chinelos 🙂 muito bom .

    Gostar

Sejam radiantes! Façam um comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s