Maria Radiante

Sejamos simpáticos com quem nos atende

Deixe um comentário

Os serviços servem para isso mesmo, para servirem, mas há limites. As pessoas não são escravas do emprego que têm e por já ter trabalhado com o público sei que as pessoas às vezes ultrapassam os limites do razoável. Mas há um serviço em especial que eu trago sempre no coração: a restauração. Comidinha mesmo!!! Pois, porque eu vou comer o que me derem para comer e porque eu gosto da minha comidinha feita assim, com muito amor e carinho. Toda a gente sabe que a comida sabe melhor quando é feita por alguém que se dedicou de alma e coração ao prato que faz – desgraçado do marido que comeu muito bife sem tempero – e a verdade é que deixar a pessoa mal disposta não vai fazer com que a comidinha fique melhor de repente, mas pode fazer com que piore e isso é que não, por favor. Há quem diga que sou um bocadinho tinhosa, mas quando chego perto de um serviço de restauração transformo-me. Sou toda sorrisos, viro simpática – verdade!!! – e é só “muito obrigada pela simpatia” “não se importa de…” “mas só se não for incomodar”. Ah pois. Tem de ser. Mas para muitos não é. Mas devia. O que é que custa ser-se simpático nos serviços? A pessoa do outro lado fica agradada e trata-nos bem de volta. Melhora o dia da pessoa que atende, da pessoa que é atendida e ainda aumenta a probabilidade de termos um serviço melhor, porque do outro lado não temos alguém com vontade de nos despachar, correndo o risco de não ficarmos com tudo tratado.

É muito mais fácil tratarmos bem as pessoas, e, se começarem já, vão poupar o tempo que eu gastei a descobrir a pólvora. Já não é a primeira vez que, quando vou ao shopping comer, a certa altura alguém me pergunta “Conhecias a funcionária?”. Não, conhecer não conhecia, mas ela estava claramente a ter um dia mau e eu apenas fui simpática e disse que já faltava pouco para o dia terminar. Consegui um sorriso, bom atendimento e, melhor de tudo, ajudei a que o dia daquela pessoa ficasse um pouquinho melhor. Aliás, se as agências de rating funcionassem com pessoas – claramente, são máquinas que lá trabalham – era mais um serviço onde eu quebraria gelo, depois queria ver se ainda nos chamavam de lixo…

Vão todos fazer o mesmo? Sim? Certo, então.

Anúncios

Sejam radiantes! Façam um comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s