Maria Radiante

Hoje é dia de: Grotta di Nettuno

Deixe um comentário

Hoje vou visitar a famosa gruta. Só espero que seja tudo que eu ando há meses a idealizar. Vamos de autocarro porque eu e os barcos não nos damos bem e porque estes até estão proibidos de lá entrar, ou seja, pagar para ver de fora, não, obrigada. Por isso, aqui vamos nós aventurarmo-nos de transportes públicos em direcção a Capocaccia para descer para dentro da gruta. Só espero estar, nesse momento, inundada de coragem porque acho que a descida é um pouco assustadora. A ver vamos!

E… já la fui.

Tudo o que eu queria e mais ainda! Menos a quase infinita escadaria que descemos até à entrada da gruta e que no final tivemos de subir.

Claro que esta gruta foi descoberta por mar, por alguém que a chamou assim por achar mesmo que ali morava o deus do mar, e que era digno de ser a morada desse senhor, era!
Pergunta idiota: quem é que vê uma gruta onde poderia estar escondido um gigante Adamastor e entra na mesma para cuscuvilhar? Está bem que eu também fui curiosa e quis ir lá, mas já depois de tudo estar preparado para a minha chegada e tendo consciência que a coisa não iria desabar aquando da minha visita, se não, medricas como eu sou, nem lá punha um pé.

Mas vamos ao que interessa.

Vimos três salas fabulosas. A primeira é gigantesca e até parece que estamos dentro de uma igreja. As outras salas chamam-se “Renda e Bordado” por causa do desenho feito pelas estalactites que é fenomenal, tivemos de andar baixados por a sala ter pouca altura e achei o máximo, de facto, parecia mesmo renda, um vestido assim era capaz de fazer sucesso, magoaria certamente, mas que ia ser fantástico, ia.

Lá está, só mudava uma coisa – vá, duas, 12€ por pessoa acho muito caro sendo que em cada visita com um guia vão umas 50 pessoas – , eu punha um elevador como o que tem em Albufeira para descer para a praia, porque oito horas depois ainda me doem as pernas dos mais de 650 degraus – para baixo e depois para cima! Mas para cima é que foi! Quase que me dava um ataquito. Especialmente na parte em que um miúdo de cerca de dez anos e de braço partido passou por nós a correr enquanto subia. É a prova, estou velha!

Anúncios

Sejam radiantes! Façam um comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s